Descobri que estou boicotando o blog!

quarta-feira, agosto 09, 2017


Quando criei o blog lá em 2010 ele era exclusivamente literário, a princípio eu escrevia sobre literatura de banca e depois passei para livraria à medida que fui comprando livros ou conseguindo parcerias. Depois de uns anos isso não era o que me satisfazia, não resenhava com frequência, não comprava os livros no seu lançamento e eu acreditava que as pessoas não queriam ler resenhas de livros “velhos” – mesmo que estes tivessem três ou quatro meses do lançamento.

Quando resolvi tornar este um blog pessoal eu não defini o que queria tratar aqui, a breve descrição na sidebar abaixo da minha foto diz isso: “Falo de tudo um pouco e escrevo sobre o que gosto! Sem pretensões. Depois de um tempo comecei a pensar sobre o que eu queria compartilhar dentro daquilo que eu gosto. Durante um tempo eu fiquei satisfeita com a nova levada do blog, eu estava feliz realmente. Foi aí que eu comecei a sabotar o blog. Deixa eu explicar.

Leio vários blogs, em especial aqueles que falam de temas que adoro  eu poderia aqui fazer uma lista de páginas super legais para você que ainda lê blogs – e eu vejo tantas pessoas boas nos seus nichos que eu comecei a duvidar se esses assuntos seriam interessantes aqui. O que eu escrevi sobre falar das coisas que eu gosto, sem pretensões, não estava fazendo sentido, eu questionava minha capacidade de gostar de certas coisas e que eu por não ser uma “especialista” em determinado assunto não poderia falar sobre ele na internet. Deu pra entender? Vou dar exemplos.

Diy – o velho e bom faça você mesmo – existem mil sites/blogs/canais que ensinam a fazer as coisas mais legais nessa internet, meu pensamento é: não tenho criatividade/dinheiro para isso. Meu Deus! O legal dos DIYs é usar alguma coisa que se tem perdido em casa e transformar em outra totalmente nova e usual, ou renovar e fazer uso. Nem sempre é preciso dinheiro, um pouco de paciência é capaz de operar milagres.

Planner – “Sou nova nesse assunto, o que eu poderia falar sobre isso?” “Eu não tenho tantos compromissos, eu apenas gosto de anotar e seguir essas anotações”. “Não tenho com o que enfeitar meu planner”. Esses são alguns dos meus pensamentos, e olha que eu nem gosto daqueles super decorados em que mal conseguimos visualizar as anotações.

Download  – resolvi colocar alguns freebies aqui no blog, eu gosto de fazer coisinhas e presentear os amigos, então porque não dar um mimo aos leitores do blog. Tava tudo certo, até o momento que comecei a questionar o modo como eu produzia esse material. Eu não uso o Illustrator ou Photoshop, muito menos o InDesign, como não são programas que uso frequentemente não quero ter essa despesa, quando preciso uso editores online. Então descobri que eu poderia usar o Publisher – um programa que vem com o Office – e salvar tudo em pdf. Fica perfeito? Na medida do possível. Inclusive esse planner, fiz com ele. Mas, eu assei a supor que os meus arquivos não eram tão bons quanto as pessoas que usam outros software .

Devo admitir que a lista é muito longa: minhas fotos péssimas, meus textos medíocres minhas resenhas rasas. Passei a duvidar da minha capacidade de criar qualquer coisa/conteúdo. Recentemente fui convidada a escrever em um blog de maternidade para falar sobre como é ter filhos tween e adolescentes. Recusei na hora, como poderia falar sobre isso? Inúmeras pessoas já falam sobre e com muito mais propriedade.

Eu não tinha me dado conta do que estava acontecendo até que percebi que eu não estava sem assunto, eu já os tinha! O problema é que eu disse – está escrito! – que seria sem pretensões! Porque então, estou me sabotando me fazendo acreditar que nada que faço/escrevo é bom? Vim do trabalho pensando sobre isso e em escrever esse post.

Decidi que vou parar de boicotar o blog, vou tentar postar com uma frequência confortável para mim, sem cobranças, mesmo porque eu não consigo fazer muita coisa sobre pressão! Devo dizer que descobrir o que estava errado foi libertador, isso faz com que eu continue, sem pretensões.

Fica, vai ter bolo!

4 comentários

  1. Poxa Fabi, sabe de uma coisa, eu acho que você se desvaloriza demais, você escreve bem, tem um super talento, eu amo seus textos, amo suas resenhas e nunca jamais achei suas fotos péssimas! você é "funcenta" põe a cara a tapa, vai, faz e acontece! eu estou chateada comigo por não estar conseguindo prestar apoio pra vc nessas situações

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras Thá!Não fique chateada eu sei como você também está precisando de um apoio!
      Bju

      Excluir
  2. Oi, Fabi! Eu gosto do seu blog, sempre leio seus posts. Se não comento, é por pura preguiça #vergonha Acho que você escreve bem, usa um tom leve, muito gostoso de ler. Posta conteúdos interessantes, comuns no dia a dia, o que torna fácil a gente se identificar. Adoro blog no estilo "diarinho". Não desanime! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jana!
      Suas palavras me confortam muito!
      Bju

      Excluir

Fico muito feliz com seu comentário!
Qualquer pergunta será respondida nesta página. Fique à vontade para voltar ou clique na opção Notifique-me para saber minha resposta!
Beijos e até mais!