Maratona de Banca - Novembro -Penny Jordan

sábado, dezembro 01, 2012



             Título: O Conde Espanhol         
             Título Original: Passionate Protection
             Autora: Penny Jordam
             Editora: Nova Cultural
             Ano: 1984



Decididamente, a cidade  de Sevilha mexia os sentidos. Jéssica sentia a mente fervilhar ao percorrer as ruas repletas de turistas que vinham aquecer-se ao sol do verão espanhol. Tudo parecia confirmar que aquela parte do mundo havia sido dominada pelos mouros, com seu amor ao luxo e sua extrema sensualidade. 

Ela estava ali para cumprir uma missão: enfrentar a tradicional e austera família dos Calvadores para salvar a honra de sua prima Isabel. Mas não esperava ser envolvida pela fúria do chefe do clã, o belo e arrogante Sebastián, que a recebeu com olhares cínicos e a tratou como a uma mulher qualquer...


Depois de meses sem postar na Maratona de Banca, finalmente consegui ler e postar a famigerada resenha. Esse mês é dedicado a Penny Jordan que faleceu em dezembro de 2011.

Já disse aqui que tenho uma coleção de “florzinha” e às vezes me pergunto por que eu coleciono. Tudo bem que aos treze anos eu achava super divertido, excitante e tudo mais, mas agora que possuímos romances históricos e contemporâneos tórridos, não vejo mais graça, mas continuo colecionando e não consigo me desfazer da minha coleção.

Vamos aos fatos: Jéssica era uma jovem independente, que desde a morte dos pais, morava sozinha e trabalhava como assistente de um renomado estilista inglês. Ela é aquela assistente que qualquer um adoraria ter, é inteligente, esforçada, trabalha sem reclamar, gosta do que faz e faz bem o que gosta.

Colin, seu patrão tem uma viajem marcada para a Espanha, onde pretende fazer negócios com a Calvortex, uma empresa têxtil exclusiva fabricante de tecidos. Mas a prima de Jéssica, Isabel, se envolveu com um homem na Espanha e morre de medo que o ex apareça fazendo escândalo justamente quando arrumou um otário namorado e tudo caminha para um casório. E não é que a priminha pede a Jessica ir falar com o dito cujo.

Dá pra imaginar o que aconteceu, né? Jéssica vai para a Espanha antes de Colin só para falar o com o ex da prima, e aí a palhaçada começa. Sebastian Calvadores (irmão do ex) confunde Jéssica com a prima, diz uns desaforos para a moça, a chama de vagaba, que só quer o dinheiro da família, etc. Só que Jéssica não desmente, acredita que Jorge (o ex) não vai mais procurar a prima e sai de lá pelo menos tranquila, já que não dá pra sair contente de um lugar que o cara só falta te chamar de prostituta =/

Dias depois Colin chega todo contente porque conseguiu marcar hora com o conde dono da Calvortex (Calvadores + Têxtil = Calvortex), então só ela Isabel não percebeu! Quando eles se encontram rosnam um para o outro, mas mantém as aparências perto de Colin, que está mega feliz já que tudo indica que o negócio será concretizado.

Só que Sebastian chantageia Jéssica, diz que para fechar o negócio ela deverá permanecer na Espanha como desenhista de seus tecidos por algum tempo. A jumenta aceita, e vai para a fazenda que Sebastian mora com a tia Sofia e a pupila Lisa. Claro que Jorge logo aparece e desfaz o mal entendido, e sabe o que o touro bravo Sebastian faz? Fica bravinho porque foi enganado, ah, pelo amor de Deus! E ainda tem a Pilar, uma nojenta que acha que é dona desse homi chato, que é a ex-cunhada.

Para piorar toda a história, eles são pegos em uma situação muito comprometedora e Sebastian decide isso mesmo, ele decide que o melhor é casarem.

No começo achei a Jéssica tão inteligente, achei que ela ia esculhambar com esse homem chato, e nada disso aconteceu, ela só sabe ficar babando enquanto ele a ofende de todas as maneiras que pode. O pior foi quando eles transam a primeira vez, o cara fica todo ofendido porque ela era virgem e não disse pra ele, aí ele perdeu o único grão de respeito que ainda poderia restar, porque quando o retardado pensava que Jéssica já tinha dormido com outros ele ofendia dizendo que ela não prestava e quando descobria que a moça era virgem ofendia mesmo assim, e o pior foi que ele deu uma furadinha, se ofendeu, levantou, vestiu a roupa e saiu.

Nem tudo é perdido nesse livro, o Jorge é um gentleman e a Lisa uma gracinha, a tia Sofia até poderia ser melhorzinha se não fosse tão submissa.

Se você quer passar raiva recomendo muito.

Beijos e até a próxima =)


Você pode gostar de:

11 comentários

  1. Nossa que confusão hein, chega até a ser engraçado, não gosto de livros de banca, mas acho bem legal os livros.

    ResponderExcluir
  2. Não consigo mais ler livros de banca e td mundo fala bem deles. =(

    ResponderExcluir
  3. Digno de um romance de Penny Jordan. Não sei por que mas essa mulher tinha fixação por mocinhos cavalos e mocinhas submissas, isso me dá nos nervos. Tanto é que faz muito tempo que eu não pego um livro dela para ler.

    Bjs!


    Books and Movies

    ResponderExcluir
  4. Só a Penny mesmo !!!
    Sério,desisti dos livros dela os mocinhos são mais ogros do que os da Diana ...
    coitada das mocinhas que sofrem o pão que o diabo amassou com os pés ..

    ResponderExcluir
  5. Fiquei com saudade dos livros de banca, faz um tempinho que não leio.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. ja li Penny Jordan e me decepcionei muito com a escrita dela, além de desgastante é uma historia muito sem nexo e bem irreal mesmo

    ResponderExcluir
  7. Oi..

    Essa é uma autora que não tem como não gostar de um livro dela.. E eu adorei esse, vou procurar para ver se eu leio.. Parabéns pela a Resenha..

    Bjus

    ResponderExcluir
  8. Eu não curto muito romances de banca e este livro não me fez mudar de ideia. Achei a personagem muito besta, e o tal ogro, pior ainda! rsrs
    Não leria o livro, confesso. Mas ainda tenho esperança de encontrar alguns livros bons do estilo!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Livros de banca não faz muito minha cabeça mais acho as capas bem legais!

    xoxo

    ResponderExcluir
  10. são poucos as pessoas quem gostam desse tipo de romance de bancas, e uma delas sou eu, mas acho que esse livro pode se tornar uma das exceções!

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro mais gostei bastante da resenha e espero ler esse logo.

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário!
Qualquer pergunta será respondida nesta página. Fique à vontade para voltar ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Beijos e até mais!