Prisioneira do Deserto - Violet Winsper

domingo, dezembro 25, 2011



Prisioneira do Deserto
-Violet Winsper-
The sheiks captive
Bianca nº 1
Abril Cultural - 1980

"Quando você salva uma vida, torna-se dono dela", foi o que o sheik Khasin ben Haram disse a Diane quando a encontrou perdida e quase morta no deserto de Shemara. Khasim curou seus ferimento, levou-a para sua tenda debuína, cuidou dela com carinho... até descobrir que ela era neta de seu pior inimigo. Diana era naquele momento, o instrumento ideal para sua vingança que ele vinha arquitetando há anos. Prisioneira desse homem do deserto, fascinante e cruel, o que mais Diane poderia esperar do futuro?


Diane Claire Ronay decidiu visitar Dar-Arisi no Deserto do Saara. Queria conhecer onde seu avô havia lutado na guerra quando jovem.
Tudo ia muito bem obrigada, até que foi "atacada" por uma nuvem de gafanhotos e se perdeu no deserto. Mas, um homem lindo e másculo a encontrou, sempre digo que nada é tão ruim que não possa piorar #pessimismototal.
Khasim ben Haram (esse é o nome do guapo), descobriu que o avô de Diane era, o homem que deu a ordem para dizimarem seu povo e em consequência causou a morte de sua mãe. E é claro que ele tem um forte desejo de vingança, e por consequência desejo mesmo.
Ele quer se vingar sexualmente, apavora a coitada com a descrição do que vai fazer com ela, deve-se levar em conta que o livro é de 1980, porque se fosse hoje a gente dava um "vem cá meu nego" abaixa as calças, que ele ia ver só!!! Bom, voltando... Ela tenta de tudo, implora, responde à altura e até foge mas, só piora cada vez mais a situação. 
Diane sai o acampamento mas, o raio do cavalo a leva direto para a casa do sheik em Shemara, aí eu pensei que a história iria esquentar, é só pensar mesmo, porque a moça passa mais tempo conversando com Morgana, a irmã de Khasim, e passeando no mercado do que se agarrando com Khasim.
Mesmo assim, depois de tudo isso, adoro esse livro, acho que porque consegui esse raríssimo espécime em ótimas condições, parece novo!!
Se você se interessou, e conseguir encontrar, leia! Adoro "florzinhas" e por mais que eu xingue pela falta de cenas mais calientes, eu compro, leio e guardo, tenho mais de 270, se você tiver algum por aí e quise me doar eu aceito!!Rsrsrsrsrs!
Muitos beijos!!!
Fabi!!

Você pode gostar de:

3 comentários

  1. Tive uma fase em que só lia Florzinhas, tinha até um sebo em que eu ia que tinham váários livros dessa epoca.

    Apesar das poucas cenas hots e dos mocinhos meio ogros, até hoje tenho livros florzinhas guardados e outros que me arrependi de ter trocado pq nunca mais achei (e estão entre meus favoritos) =P

    Dessa autora já li vários livros, os mocinhos são quase sempre gregos, italianos, árabes 'durões' que no final se apaixonam hehe são ótimas leituras e, caso encontre esse livro leria com certeza =]

    teh mais
    p.s.: Feliz Natal

    ResponderExcluir
  2. Que bela surpresa os personagens tiveram quando souberam quem são. Gostei da história. Bjs e Feliz Natal! Rose.

    ResponderExcluir
  3. Nossa mocinhos vingativos são sempre perigosos, e mais intensos também! Adoro! rsrsrs
    Que saudades de ler um florzinha *O*
    Se eu encontrar no sebo pode deixar que guardo para você Fabi ^^
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com seu comentário!
Qualquer pergunta será respondida nesta página. Fique à vontade para voltar ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Beijos e até mais!